quarta-feira, 22 de abril de 2009

Prova de Vinhos da Herdade do Perdigão


O dia não começou bem, com uma forte chuvada que se prolongo pelo dia todo, afina só no domingo era dada a melhoria de tempo, no entanto muitos foram os corajosos que comparaceram à chamada de provas os bons vinhos alentejanos. Uns porque já iam à Tasca para o almoço e outros porque andam nesta vida de Amante do Vinho e tentam não perder a oportunidade de provar os seus vinhos predilectos.
Foi assim que começou a prova de Vinhos da Herdade do Perdigão, bem como os vinhos Durienses Dona Matilde e ainda os Portos Dona Matilde e Gilbert's, que são distribuidos pela empresa Wine on Time, que é detida também pelos proprietários da Quinta do Perdigão. Estava dado o mote para uma bela tarde de provas, independentemente do tempo que se fazia lá fora. Aqui, aqueciam-se os corações.


A herdade do Perdigão tem vindo cada vez mais a afirmar-se como um dos grandes produtores Alentejanos. Os seus vinhos são imensamente apreciados e as generosas pontuações em revistas da especialidade são-no prova disso mesmo. Vindos de Monforte, estes são vinhos de carácter, vinhos de prazer, vinhos alentejanos sim, mas com uma dose de originalidade e com uma única filosofia em mente, a qualidade.
Os vinhos realmente impressionaram em todos os aspectos, mas sobretudo pela Relação Qualidade/Preço, que agradou aos que provaram os vinhos.

Nesta prova estavam também presentes os vinhos Dona Matilde, ora estes vinhos, do Douro espelhavam bem a diferença dos restantes Alentejanos, logo à partida pela região que representam. Os vinhos Dona Matilde provêem da Quinta homónima, que foi pertença do Grupo Barros até à sua aquisição pelo Grupo Sogevinos. Curiosamente, Miguel Ângelo Barros, que foi durante décadas presidente do Grupo, voltou a trazê-la para junto de sua família, adquirindo-a de volta à Sogevinus.
Os vinhos Dona Matilde têm feito um enorme sucesso aqui no Gourmet e sobretudo na Tasca. São vinhos de fácil trato, vinhos muito prazenteiros e convidativos. O branco mostra enormes qualidades para a estação que se avizinha, tal é a frescura que apresenta e mesmo tinto, um vinho dócil, redondo, mas cheio de sabor, terá as mesmas condições para enfrentar a canícula que todos esperam por alturas de verão.




Pela tarde dentro chegou então a hora do culto ao Vinho do Porto. Nesta reunião dos grandes vinhos do Porto não faltou também a associação ao chocolate, e desta feita ao Chocolate Belga Neuhaus. Provaram-se os vinhos da Quinta Dona Matilde e da Gilbert's que se mostraram em grande forma, com um LBV cheio de vigor, um 10 anos complexo e de aromas inebriantes. A ligação aos chocolates foi extremamente bem sucedida com o LBV 2004 da Gilbert's e o Vintage 2003 da Quinta Dona Matilde.






































Vinhos em prova:


Terras de Monforte 2007
Terras de Monforte Escolha 2006
Terras Monforte Branco 2008
Vinha do Almo 2006
D. Matilde 2007
D. Matilde Branco2007

Portos
D. Matilde Vintage 2003
D. Matilde Colheita 2000
D. Matilde 10 anos
Gilberts LBV 2004
Gilberts Tawny
Gilberts White
Gilberts Ruby

Contamos consigo para a próxima prova, já dia 25. Até lá...............

Sem comentários: